Esculturas de autor

Visitar o site
Separator

Sobre a minha

escultura

    "A sua escultura aborda sobretudo o corpo humano, não exactamente de uma forma realista, mas antes numa estética depurada e elegante, com uma linguagem simples e poética, mostrando composições onde a leveza e posição das figuras mostram a preocupação pela exactidão e por padrões de beleza ao mesmo tempo clássicos e contemporâneos. Quando um gesto se prolonga, é um infinito que se expande e na suavidade com que os braços prolongados nas mãos nos conduz para o espaço que se vai distanciando, percebemos a ambiguidade do slowmotion. É como se algo nos encaminhasse para fora, mas querendo manter a magia do mundo interior que fica agarrado aos corpos. Isso deixa-nos suspensos. O que faz apaixonarmo-nos pelos personagens – chamemos-lhe assim, uma vez que cada peça «fala», ainda que em linguagem gestual – tem muito a ver com a sensibilidade que a escultora consegue colocar-lhes. Todo este conjunto fala, toca e dança. Nós assistimos a uma coreografia onde elas falam e se movimentam por si mesmas. As esculturas têm a sua própria vida. Podemos pedir melhor concerto à arte?" (José Pedro M. Fernandes - Doutorado em Filosofia)

    "...me encanta cómo unes fragilidad y fuerza,lo terrenal con lo elegante...La estilización depuradísima con el culo en la tierrra.Al gunas me parecen ramitas encontradas en la orillla ,a las que has dado la vuelta y dotado de alma." (Beli C. Toscano , Pintora)

Ver galeria de esculturas
Isabel de Andrade

Isabel de Andrade artísta plástica

escultura em bronze e em papel

Isabel de Andrade nasceu em 1960 em Luanda, Angola, onde viveu a infância e parte da adolescência. Actualmente vive e trabalha no Porto. As suas obras são em bronze e também em papel, numa técnica particular que tem vindo a desenvolver ao longo do tempo. Tem dinamizado diversas Oficinas de artes plásticas em paralelo à sua produção artística. Tem realizado exposições, individuais e colectivas, dedicando-se também à instalação.

Separator

Bronzes breves

«O facto é que ninguém determinou, até agora, o que pode o corpo»(ESPINOZA)


Separator

Trabalho em papel

Sebastião

Entre em contacto

Envie um email para esculturas@isabeldeandrade.com ou através do site.